INFORMAÇÃO vs TRANSFORMAÇÃO

Entregar conteúdos com foco em gerar informação é muito diferente de trabalhar processos que levem à transformação.

 

Qual a sua promessa? Você entrega dados para gerar INFORMAÇÃO? Ou você entrega processos que geram TRANSFORMAÇÃO?

Ao navegar pela enorme diversidade de cursos que encontramos disponíveis na internet, muitas vezes me deparo com dúvidas a este respeito nos cursos que encontro. Isso nos mais variados temas. E, sinceramente, me questiono, se a grande maioria dos produtores sabe exatamente o tipo de entrega que fazem e se o MODELO DE CURSO que escolheram é adequado para se fazer esta entrega.

Fornecer dados para gerar informação não constrói relacionamento. O nível de responsabilidade é menor. Não há necessidade de acompanhamento ou de preocupação com os resultados. Se a pessoa aplica os dados que possui, vai gerar informação. E com a informação em mão, PODE gerar conhecimento.

A estrutura exigida para os cursos informativos é mais simples. Utilização de áreas de membros. Foco apenas no repositório de materiais. Adoção de estratégias de sequência de e-mails pós-venda.

E será que é isso que seu CLIENTE IDEAL realmente deseja? Ou melhor, seu cliente ideal sabe o que ele está recebendo ao adquirir seu curso?

Cursos INFORMATIVOS ou INFORMACIONAIS podem ser vendidos como cursos de prateleira.

Você sabe o que são CURSOS DE PRATELEIRA?

O nome é só para lembrar que no passado não tão distante estes cursos eram vendidos diretamente ao interessado. Seja em bancas de revista ou livrarias, as caixas expostas nas prateleiras ficavam à disposição.

São cursos temáticos, muita informação, com atividades objetivamente direcionadas. Cursos sem a preocupação com particularidades ou especificidades dos participantes em si.  Mas que atendem ao objetivo de levar a informação, diretamente ao ponto.

Lá nos idos dos anos 1970, os primórdios destes cursos eram as INSTRUÇÕES PROGRAMADAS. Hoje… os cursos de prateleira são autoinstrucionais.

Cursos que dispensam acompanhamento de um mediador ou tutor. Possuem sistema de avaliação com avaliações objetivas. As atividades são compostas por questões autoavaliativas. O participante responde a atividade e automaticamente a resposta e o feedback já está disponível para ele.

Tudo programado na área de membros, ou no próprio objeto de aprendizagem do curso. Os conteúdos são previamente programados. São fixos. Os materiais disponíveis são formados por aulas gravadas, ou por slides, ou por apostilas em PDF, ou por áudios, ou por telas interativas, …

O participante é conduzido por uma estrutura pré-definida e ao chegar no final dela cumpriu com o programa do curso.

E isso funciona?

Sim funciona perfeitamente se os dados fornecidos, estiverem claros. Se o programa estiver bem estruturado. Os objetivos a serem alcançados bem definidos. Os conteúdos estrategicamente alinhados com atividades formativas, somativas… A sequência ajustada para que o participante passe pelos módulos seguindo uma lógica previamente determinada.

A questão é que não serve para qualquer tipo de proposta ou abordagem. Se o participante precisar REFLETIR, fazer algum tipo de ANÁLISE, ou SíNTESE, apresentar sua INTERPRETAÇÃO, realizar algum tipo de DEBATE ou DISCUSSÃO… o formato não funciona.

Enfim…. os cursos que pelas estratégias de marketing digital são classificados como PERPÉTUOS devem estar enquadrados como CURSOS DE PRATELEIRA. São, portanto, CURSOS INFORMATIVOS.  Toda a INFORMAÇÃO de que você precisa está lá, acessível para você. É só você saber o que fazer com esta informação.

Nestes cursos, a garantia de resultados depende muito mais do perfil do participante e das características pessoais deste participante do que da proposta do curso em si.

O diferencial é que são cursos que funcionam como excelentes portas de entrada. E também para entregas rápidas e pontuais.

São cursos super válidos no aprendizado de TÉCNICAS, de HABILIDADES MECÂNICAS e OPERACIONAIS, de CONCEITOS e TEORIAS. Fornecem saltos na aquisição do SABER FAZER.

Só que SABER FAZER não significa exatamente que você faça. SABER FAZER não indica que você vai chegar aos resultados esperados. SABER FAZER não implica no alcance da sua expectativa.

Então… vou voltar um pouco… e perguntar para você:

O que seu CLIENTE IDEAL busca neste momento?

Se seu primeiro objetivo é atender a uma expectativa do meu cliente em relação a alguma situação particular, este é o ponto que o seu curso online deve alcançar. Se seu CLIENTE IDEAL busca SALTOS QUALITATIVOS, busca pelo algo a mais…. isso ele não encontra nos cursos autoinstrucionais.

Para poder gerar uma TRANSFORMAÇÃO, são necessários saltos qualitativos. E cada participante chegará a uma transformação diferente, mesmo seguindo o mesmo processo. Isso mesmo, transformação é processual.

Os cursos TRANSFORMACIONAIS pedem mediação. Pedem por uma tutoria ativa

É uma jornada que precisa de um GUIA. Nada de simplesmente criar passos e deixar com que cada um trace o seu percurso individual. Os passos são apenas os MARCOS para que se tenha referências durante a jornada. Seguir os passos não dá garantia de resultados, porque os passos se desdobram a cada instante.  São ações dentro de ações.

A TRANSFORMAÇÃO não acontece toda de uma vez só.

Toda e qualquer transformação é um PROCESSO. E exatamente por ser um processo, é que o caminho inicial precisa ser traçado

Conteúdos, atividades e materiais adicionais são disponibilizados na área de membros. Estes materiais são distribuídos em módulos ou unidades e abertos semanalmente. Assim, cada participante tem o período de uma semana para realizar seus estudos e atividades.

No ambiente do curso, na sua área de membros, você trabalha com os conteúdos fixos. Aqueles conteúdos que servem de fio condutor do seu curso… E aí, neste espaço, você inclui videoaulas, slides, apostilas, mapas mentais, checklist, infográficos…..

Só que não é apenas entrega de conteúdos e de estratégias gerais. Para haver TRANSFORMAÇÃO,  precisa haver envolvimento, trocas de experiências, compartilhamento, colaboração, reflexão, análise…

E cada participante tem o seu GRANDE SALTO no seu momento e em uma área diferente. E mesmo que dependa somente dele dar este salto, há outros fatores envolvidos tais como contexto, experiências prévias, conhecimentos anteriores, práticas recorrentes, habilidades a serem desenvolvidas… e uma grande ZONA DE CONFORTO.

É aí que o papel do mediador é fundamental.

O mediador, que pode ser o próprio produtor ou não, precisa ser um especialista nos conteúdos que são abordados no curso. E é exatamente por ter domínio dos temas do curso que o mediador sabe como “cutucar” o participante quando ele aparentemente paralisa.

Os cursos mediados são mais simples de estruturar, porque precisam de brechas. Lacunas que serão preenchidas com conteúdos, práticas e estratégias adicionais conforme demanda dos participantes. Por outro lado, são complexos por se disporem a promover saltos qualitativos em processos. Gerar resultados que sejam permanentes e consistentes.

Neste processo de condução, o mediador COSTURA os conteúdos e as atividades.

Ele está atento para fazer correções de percurso. Identifica quando é o participante perdeu o foco. E sabe complementar os módulos com outras indicações caso estas sejam necessárias.

O curso TRANSFORMATIVO demanda esse acompanhamento contínuo. Acompanhamento e mediação que acontecem em paralelo aos estudos dos materiais disponibilizados e à realização das atividades.

Este modelo de curso vai além do engessamento promovido pela estrutura informativa com materiais e atividades fixas. Suas atividades, em grande parte, demandam crítica, análise, sínteses, envolvem emoções, construção de raciocínios, modelagem de estruturas de ação…

Assim, a mediação e/ou acompanhamento contribui para que o participante esteja motivado a maior parte do tempo. Para que ele perceba os pequenos saltos (SMALL WINS) que dá durante todo o percurso.

Enfim… Qual é a sua PROMESSA?

O que você se propõe a entregar? Qual o diferencial do seu curso e do seu atendimento?

Não prometa TRANSFORMAÇÃO, se sua entrega FOCA em gerar INFORMAÇÃO.

Saiba diferenciar-se construindo uma promessa que leve seu CLIENTE a obter os ganhos que ele espera.

E o primeiro passo é produzir conteúdos gratuitos para gerar engajamento e identificar o que seu cliente ideal espera receber de você.

Em seguida investir no planejamento do seu curso. CONSTRUIR UM CURSO que seja aderente ao perfil deste seu cliente ideal.

Lá no Meu Curso Online Express falo exatamente disso. Planejamento para o seu curso online.

Agora é com você! Para ter seu curso no ar, você precisa ter ATITUDE e partir para AÇÃO.

 

Alexandra Caetano

Sobre a autora

Alexandra Caetano

Empresária. Consultora de Projetos de e-Learning, Designer Instrucional, Especialista em EaD, Gestora de Projetos e de Equipes, Especialista em Desenvolvimento e Curadoria de Conteúdos. Com formação nas áreas de exatas, humanas e gerenciais, atuo com e-Learning há mais de 17 anos, ao qual aplico os estudos de marketing digital aliado ao marketing de conteúdo e implementando o marketing de aprendizagem em meus projetos e negócios. Vejo na combinação e-Learning, Empreendedorismo Digital e Tecnologia possibilidade para exponencialmente melhorarmos a qualidade de vida das pessoas e consequentemente do planeta. Tecnologias, Games, Cinema e Histórias, não necessariamente nesta ordem, são grandes paixões, mas antes de tudo posso dizer que sou apaixonada pela vida.

Siga Alexandra Caetano:

Deixe um comentário:

Todos os campos com “*” são necessários

Fernanda da Cunha

A princípio gostei apesar de achar complicado. Acredito que eu consigo se me dedicar.
Pois eu não sei onde posso baixar os conteúdos pq ficaria mexer para eu estudar.
Teria como????? Ou não.
Obrigada
Fernanda

    Alexandra Caetano

    Oi Fernanda,
    Ás vezes parece complicado, porque são vários detalhes aos quais devemos estar atentos. E sim você pode começar pelo e-book gratuito Do Presencial ao Digital? É um ótimo passo a passo para colocar tudo em prática. Se já quiser colocar a mãp na massa e começar a desenvolver seus cursos, tem o Modelagem de Cursos Online traz a proposta da aplicação de diferentes designs para que desenvolva não apenas o seu curso, mas que se torne capaz de desenvolver qualquer tipo de curso. Quanto aos artigos do blog, você pode salvá-los como pdf e guardá-los para estudar depois. Qualquer dúvida pode chamar. Grande abraço.

Leave a Comment:

Todos os campos com “*” são necessários